O eleito continua a ouvir aquela voz

Pela sétima vez na mesma semana, Jair foi acordado no meio da noite por aquela voz grave, poderosa e ameaçadora. A voz surgia com a mesma insistência daquelas ligações de operadoras de telefonia, e sempre nas horas mais impróprias. Jair não tinha controle sobre aquilo, e não sabia como desligar aquele vozeirão que ecoava dentro de sua cabeça.

“Jair! Jair! Tu estás me ouvindo? Já falei mais de uma vez e não quero ficar aqui perdendo o meu tempo, repetindo eternamente a mesma ladainha. Tu estás surdo, Jair? Já falei que não quero o meu nome envolvido nessas paradas que tu e teu povo estão armando. Depois, se vós fizerdes alguma merda, posso acabar virando réu num desses processos. Jair, que negócio é esse de misturar educação com religião? Vós não sabeis que o Estado brasileiro é laico? Vós quereis usar as escolas públicas para catequizar os alunos que vós considerais infiéis e pagãos? Acho que vós não pegastes bem o espírito da coisa. Jair, vou repetir: a Constituição do teu país diz que o Estado é laico. Laico não é ateu, Jair. Estado laico é o que dá liberdade a todas as religiões, e também a quem não tem religião, sem apoiar ou privilegiar nenhuma opção. Tu fizeste uma promessa solene, diante da bandeira brasileira. Tu prometeste obedecer a porra da Constituição, Jair! Estou avisando: se tu e teu povo continuardes nesse tom nós vamos ter problemas. Eu, com a minha onisciência, já estou prevendo que, em breve, vós estareis incluindo no currículo escolar aquelas teorias de que o mundo foi criado há 10.000 anos, que vós não sois descendentes de macacos e que os dinossauros foram extintos porque não conseguiram entrar na Arca de Noé. Jair, deixa eu explicar uma coisa: a Bíblia não é para ser interpretada ao pé da letra. Aquilo é um monte de parábolas e metáforas! E não fui eu que escrevi. Foi uma grande equipe de apóstolos e marqueteiros, trabalhando ao longo de séculos. Se vós continuardes nessa linha doutrinária, prevejo que, daqui a pouco, vós incluireis nas aulas de geografia a teoria da Terra Plana e outras besteiras desse tipo. É isso, Jair. Espero não ter que ficar ligando toda hora. Essas ligações são caríssimas. Câmbio e desligo.”

*Texto publicado na Folha de S.Paulo em novembro de 2018.

(Visited 8 times, 1 visits today)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *