Lobo Mau ainda está solto

Desprezando as normas de distanciamento social, uma das figuras mais polêmicas da literatura infantil convocou a imprensa para um café da manhã num hotel de luxo, em São Paulo. Lobo Mau vestia um terno Armani, não usava máscara e parecia saudável, para um animal da sua idade. Um dos jornalistas foi direto ao ponto, perguntando como ele explicava o fato de ainda estar solto, já que vem sendo alvo de centenas de processos, desde o século 19.

Tentando manter a calma, Lobo Mau disse que tinha bons advogados e que, até agora, nada tinha sido provado. Em seguida, um repórter observou que existem fortes indícios de que o acusado pegava criancinhas para fazer mingau e devorava vovozinhas há muitos e muitos anos, e que seus advogados abusam de recursos protelatórios, fazendo os processos durarem, literalmente, séculos.

“Sem querer fazer piada”, disse Lobo Mau, “eu não tenho culpa! Não é culpa minha se é possível usar legítimos instrumentos de defesa para evitar o cumprimento da lei e das decisões judiciais.”

“E digo mais”, continuou a fera, “o fato do meu nome ser Lobo Mau, não quer dizer que eu seja intrinsecamente mau, no sentido literal do termo. Isso ainda terá que ser provado nos tribunais”.

Outro jornalista lembrou que a defesa do Lobo Mau tentou envolver dois irmãos alemães, Jacob e Wilhelm Grimm, como autores intelectuais dos crimes, mas os irmãos, numa delação premiada, não assumiram a autoria, admitindo apenas que teriam plagiado vários contos populares do folclore europeu.

Lobo Mau lamentou que seus inimigos façam de tudo para incriminá-lo, inclusive insinuando que ele teria ligações com três porquinhos donos de uma empreiteira que construía casas de palha, de madeira e de tijolos. “Essa história de que eu ia lá destruir as casas só para eles receberem o dinheiro do seguro é totalmente falsa.”, disse Lobo Mau, mostrando as presas afiadas.“Tudo fake news!”

Depois da entrevista, na porta do hotel, um dos advogados falou discretamente para o seu cliente: “Fique tranquilo, Lobo. Vai dar tudo certo. Você ainda vai poder devorar vovozinhas e pegar criancinhas pra fazer mingau durante muitos e muitos anos… Se lembra do Maluf ?”.

(Visited 2 times, 1 visits today)

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *